a flor do sol é simbólica e representa sucesso e felicidade. além da beleza e imponência, do girassol tudo é aproveitado: flor, semente e ramos. é exótica e nunca olha pra trás, exibindo uma intrigante rotação, sempre voltada para o sol.
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
26
Nov
09

O tabaco começou a ser consumido pelos índios em rituais mágicos e chegou ao brasil com as nossas primeiras tribos. Somente em 1960, doenças foram associadas ao fumo e a dependênia do cigarro (nicotina) passou a ser considerada doença. 90% dos fumantes começam a fumar entre os 13 e os 19 anos e os motivos são muitos:

publicidade, aceitação social, fácil acesso, suscetibilidade individual e genética e sensação de poder...Quem lidera o ranking de fumo é a coréia do sul, seguida pela china, japão, rússia e brasil. corrente primária é aquela que entra no fumante com a tragada, assim se leva pra dentro do organismo 4720 substâncias tóxicas, entre elas: monoxido de carbono, amonia, cetonas, acetaldeido, formaldeido, nitrosaminas, alcatrão e nicotina. a corrente secundária é aquele que acontece entre os tragadas, vinda da ponta do cigarro aceso e é a causadora da PTA (população tabágica ambiental) e dos fumantes secundários (a corrente secundária possui o triplo de nicotina, o triplo de CO e 50 vezes mais substancias cancerigenas).

o cigarro contém vários elementos radioativos que um fumante médio pode ser comparado a uma pessoa que fez 350 raio-x por ano, se é que existe alguém assim!

A nicotina atua em receptores colinérgicos e nicotínicos, é considerada uma droga psicoativa trazendo pra quem fuma euforia, sensação de bem-estar, melhora da atenção e da concentração, estado de alerta permanente e redução do apetite. Esta no grupo químico dos alcalóides, o mesmo da cafeína, papaverina, cocaína, heroína, morfina e codeína.

Os charutos e cachimbos apresentam a mesma toxicidade do cigarro e a concentração de monoxido de carbono e alcatrão é ainda maior. os riscos para CA de boca são maiores, embora os riscos para CA de pulmão sejam menos do que os fumantes de cigarro.

Dentre as doenças associadas ao fumos estão: aneurisma, pneumonia, TB, leucemia mielóide, HAS, aterosclerose, CA, DPOC, catarata, menopausa precose, disfunção erétil, úlcera péptica, osteoporose, TVP, infertilidade, aborto, parto prematuro, DAC (angina e infarto) e doenças cerebrovasculares. Dentre os canceres estão: pulmão, boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rins, bexiga, colo uterino, próstata e mama.

A economia pode até ganhar com arrecadação de impostos, mas perde muito mais com os gastos com a doença, perda da produtividade, aposentadoria precoce, faltas ao trabalho e danos ambientais. Hoje o tratamento se divide em COGNITIVO/COMPORTAMENTAL e MEDICAMENTOSO, ambos devem ser iniciados na atenção primária e secundária, existe um programa do ministério da saúde para a capacitação dos profissionais.

(Texto Baseado na aula de Marcos Botelho - Pneumologista, UFPE)

publicado por mariliaburegio às 00:53
17
Nov
09

 

 

Nunca diga nordestino
Que Deus lhe deu um destino
Causador do padecer
Nunca diga que é o pecado
Que lhe deixa fracassado
Sem condições de viver

Não guarde no pensamento
Que estamos no sofrimento
É pagando o que devemos
A Providência Divina
Não nos deu a triste sina
De sofrer o que sofremos

Deus o autor da criação
Nos dotou com a razão
Bem livres de preconceitos
Mas os ingratos da terra
Com opressão e com guerra
Negam os nossos direitos

Não é Deus quem nos castiga
Nem é a seca que obriga
Sofrermos dura sentença
Não somos nordestinados
Nós somos injustiçados
Tratados com indiferença

“Não tenho sabença, pois nunca estudei, apenas eu sei o meu nome assiná.
Meu pai, coitadinho, vivia sem cobre e o fio do pobre não pode estudá”

Patativa do Assaré

publicado por mariliaburegio às 16:50
13
Nov
09

o que você sente quando pára num sinal, de carro, no ar-condicionado e uma criança bate pra pedir dinheiro? susto? medo? raiva? tristeza? indignação? revolta? nada...essa é uma cena do dia-a-dia, mas ninguém se pergunta todo dia isso. ninguém reflete, ninguém liga e nada é a resposta. Pior do que sentir medo daquela criança que é um ser humano tanto quanto você - com cabeça, braço, perna, coração, só que com menos oportunidade - é não sentir nada, se acomodar e aceitar aquilo como certo (faz parte...). eu particularmente me entristeço, me sinto até mal por ter tudo (tudo o que eu preciso!) e por não estar fazendo nada, mas o que é que eu posso fazer? eu só sou uma, não trabalho, mal dou conta das minhas obrigações e dos meus problemas e acho que, só todo mundo pensar como eu, nada vai mudar... parando pra pensar, eu consigo ver o papel dos políticos nessa mudança, dos pais dessa criança, dos seus professores, dos seus amigos, das ONGs, dos empresários, mas eu não vejo o meu, talvez, um dia, como médica, talvez não. "ser protagonista" foi essa a resposta que Cariri deu quando lhe perguntaram qual a característica que, pra ele, é a mais importante pra fazer parte do PET saúde e isso não saiu da minha cabeça. viver a minha vida pra mim e pra quem eu gosto é 'tão fácil', mas dedicar parte da vida e do trabalho ao 'outro desconhecido' deve ser mais recompensador e eu não quero mais esperar.

publicado por mariliaburegio às 16:59
23
Out
09

li essa frase no discurso que o professor Edmundo Ferraz fez para o colégio brasileiro de cirurgiões esse ano, ela é de um pediatra que também disse: as emergências são as vitrines do SUS. Penso que os médicos são obrigados a deixar a qualidade de lado para dar prioridade a velocidade porque não há 5 pacientes, mas 50. Desses tantos, alguns precisam de, somente, atenção e não recebem; muitos não tem dinheiro para remédios, deles depende a sua cura, mas estão faltando no SUS; um ou outro não tem nada; muitos deveriam estar internados, mas não tem leito, tem corredor, tem chão, tem abandono; e todos são seres humanos como eu e você, mas não são respeitados e tratados como tal.

Dentro de todo esse cenário da emergência está o estudante que aos poucos vai aceitando aquilo como verdade e aprendendo a sobreviver em meio à guerra pela sobrevivencia.

Se atravessarmos a rua em frente ao HR e irmos ao Santa Joana, Memorial São José, Esperança, enfim, para o 'particular' encontraremos a emergência limpa, de mármore, ar condicionado e leitos e mais leitos à espera da minoria com dinheiro no nosso país.

E todos os dias todos dormem, felizes e tranquilos por viverem nessa infeliz desigualdade.

Engraçado foi um dia em que eu entrei numa grande emergência pública daqui de PE e encontrei um paciente na maca, cercado pelos médicos e por seus filhos engravatados, a família estava numa festa e o pai sofrera um TCE. Um dos filhos sendo médico, fez questão de levá-lo para o lugar que eu estava pois sabia que ali seu pai (com plano de saúde) estava em boas mãos, porém em precárias condições.

Não vejo tanta urgência em melhorar a educação médica, mas as condições dos hospitais, das policlinicas, dos postos. Afinal, naqueles livrinhos que os planos de saúde disponibilizam com os nomes e as especialidades dos 'seus' médicos estão QUASE TODOS os meus professores do Hospital da Clínicas e de tantos outros hospitais públicos.

 

publicado por mariliaburegio às 08:08
04
Out
09

Enquanto você se esforça pra ser um sujeito normal e fazer tudo igual

Eu do meu lado aprendendo a ser louco, maluco total na loucura real

Controlando a minha maluquez, misturada com minha lucidez

Vou ficar ficar com certeza, maluco beleza :)

 

publicado por mariliaburegio às 05:28
30
Mar
09

entristece, mas também

amadurece, muito.

publicado por mariliaburegio às 04:47
16
Dez
08

reSSucitando... o blog, o del.icio.us, o fotolog nem tanto, ai é demais, não que os outros não seja, são também! Algumas pessoas se prendem às coisas pra sobreviver, acho que auto-suficiência é muito complicado, é o ideal: você só depender de você, esperar de você e fazer por você - acho que confundi com egoísmo - mas não é! Você continua amando a sua família ou quem for e fazendo de tudo por eles, mas não depende deles pra ser feliz, eles somam... Esse foi um ano muitooo complicado e muito bom ao mesmo tempo, acho que eu nunca cresci tanto academicamente, sentimentalmente [=)] e como pessoa mesmo, experiência é uma coisa ducaralho mesmo e olhe que a minha vivência é muito limitada, é o que eu acho! Não, esse não é o post da retrospectiva 2008. As pessoas são coisas [que definição!] fantásticas mesmo! Quando você acha que todo mundo é legal, você descobre que todo mundo é FDP - "todo ser humano é sacana", a pessoa que mais marcou o meu ano me disse isso, uma coisa que chega a ser engraçada é  a mais verdadeira pra mim. Na hora do vâmo-ver, entre eu e você, vou eu, problema teu... é sobrevivência, um pouco de egoísmo, sacanagem. Mas eu acredito mesmo que o amor verdadeiro ultrapassa isso, hueheuheuehue, parece coisa ridícula e fantasiosa de se dizer, mas acho que muitas mães, não todas, deixariam essa teoria por um filho, eu particularmente deixaria, sem pensar duas vezes, pelos meus três irmãos, minha vida não é nada comparada a eles e nada sem eles, entãaao... Mas continuando, e quando você acha que todo mundo é FDP, aparecem alguns raros alfinetes que pregam no seu coração pra sempre, porque esses valem a pena, sempre. Pessoas poucas, mas existentes, algumas as quais você não daria nada por, são verdadeiros presentes pra quem vive por perto ou pra quem passou por perto. Eu fico lembrando do meu ano, mas quatro pessoas insistem em aparecer na minha cabeça constantemente, e como fazem falta e como me fazem feliz simplesmente por existirem. Mas isso são sentimentos que não cabem aqui. Imperfeição e brigas têm tudo a ver com a minha família, mas as coisas passam, chegam, começam, desabam, melhoram e aqui estão eles, cada um da sua maneira e quando se aprende a notar isso é muito reconfortante. O que eu penso nesse exato momento é que as pessoas nem sempre valem a pena e dar chance a todo mundo é burrice, mas não dar também e desistência, e isso me matou esse ano! vâmo lá: a verdade? a gente não sabe de nada, não tem nada, as coisas podem mudar a qualquer momento... beleeeza, eu sei, amanha alguem pode morrer, o amor pode acabar, a pessoa se transformar, sei lá, mas é por isso que eu não vou acreditar e não fazer nenhum plano? saber bem disso e viver essa verdade é difícil, saber que se apegar pode ser furada, que amar é besteira porque assim voce vai depender de outra pessoa que voce não pode controlar... Acreditar somente no amor de família... eu acredito velho, muito! mas acredito que existe alguém ou alguéns [isso existe?] que mudam a nossa forma de pensar, que são tão especiais que viver sem elas faz faltar alguma coisa, viver com elas torna as coisas mais simples, dá orgulho viver do lado, a vida faz mais sentido... e o mais legal é que eu tive alguém[s] esse ano, mas ter isso não bastou porque eu não fui isso. Acho que já fui isso pra alguém, mas tem que ser mútuo, porque por mais bonito que seja, dói ainda, e quando a gente pensa que cabô =) umas lagrimazinhas vêm. Mas é interessante e vale a pena, e acho que viver é fazer a diferença, nem que seja pra uma unicazinha pessoa.

Now i stared at you From across the room Until both my eyes were faded I was in a rush I was out of luck Now I'm so glad that I waited Well you were almost there Almost mine...yeah They say love ain't fair But I'm doing fine... Cause i swear it's you I swear it's you that I've waited for I swear it's you that my heart beats for And it isn't gonna stop No it just won't stop

publicado por mariliaburegio às 21:56
22
Abr
08

hoje eu sei que nada sei. E a cada dia eu sei menos. Isso tá me dando um medo terrível, no final somos todos levados pelo vento chamado destino. Por mais que você tenha tudo prontinho na sua cabeça e  parece estar certa das suas escolhas chegau uma bomba e... arruma tudo pra você! =)  depois vem outra e desarruma, e outra, mais outra... a sorte vai ser de quem tiver como última bomba aquela que só arruma! e olhe lá! A gente tá em Abril... em 4 meses minha vida mudou mais do que em 20 anos e apesar do espanto, eu tô com vontade de abraçar, abraçar... minha certeza há varios tempos =D é que ser feliz vale a pena sempre, a qualquer custo, passando pelo sofrimento que for... eu nunca tive a intenção de magoar ninguém, eu tentei, me doei. espero muito não me arrepender, mas o vento é mais forte que a âncora e lá vai eu de novo... Enquanto meu coração sai do meu peito e se perde por aí, a medicina começa de verdade e a vontade de ser mais, é maior!

publicado por mariliaburegio às 02:31
16
Jul
07

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, que companhia nem sempre significa segurança, e começa a aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança; aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo, e aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais, e descobre que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida; aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida, e que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que eles mudam; percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve compará-los com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde se está indo, mas se você não sabe para onde está indo qualquer lugar serve. Aprende que ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se; aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou; aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha; aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens; poucas coisas são tão humilhantes... e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando se está com raiva se tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém; algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás, portanto, plante seu jardim e decore sua alma ao invés de esperar que alguém lhe traga flores, e você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. Descobre que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.

publicado por mariliaburegio às 18:24
sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO