a flor do sol é simbólica e representa sucesso e felicidade. além da beleza e imponência, do girassol tudo é aproveitado: flor, semente e ramos. é exótica e nunca olha pra trás, exibindo uma intrigante rotação, sempre voltada para o sol.
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
29
Jan
09

caso clínico: há mais ou menos 03 anos Vagner começou a soluçar sem parar depois de vomitar e esse soluço durou mais ou menos 05 dias. No último dia ele foi ao hospital e recebeu uma injeção que deu conta do problema[...] Há pouco tempo, o soluço voltou após vomitar novamente e durou cerca de 03 dias. Refere dor torácica, principalmente na região do corpo do esterno.

O soluço é um fenômeno reflexo que se manifesta por contração espasmódica e involuntária do diafragma, prosseguida de movimento de distensão e de relaxamento, através do qual o pouco ar que a contração forçara a entrar no estômago é expulso com um ruído característico. Costuma ocorrer geralmente após a ingestão de líquido ou sólido. Geralmente é benigno e auto-limitado, mas pode ser sintoma de uma doença crônica e necessitar de tratamento. O soluço benigno que geralmente sofremos, pode ser resolvido com a interrupção do ciclo respiratório segurando por alguns segundos a respiração. Fazendo isto, o diafragma será forçado a voltar a funcionar juntamente com a respiração e o soluço passa. Causas comuns de soluços: Ainda que muitos casos de soluço desenvolvam-se espontaneamente, soluços são conhecidos por aparecer em situações específicas como: comer muito rapidamente, ingerir bebida gelada enquanto come comida quente, arrotar,ingerir comida muito quente ou apimentada, gargalhar ou tossir vigorosamente, ingerir bebidas alcoólicas em excesso, chorar alto, desbalanceamento eletrolítico, falar continuamente, falta de vitaminas. Soluços podem ainda ser causados pela pressão no nervo frênico por outras estruturas anatômicas, ou mais raramente por tumores e doença nos rins. EMETOLOGIA: é a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. O vômito é ao mesmo tempo um sinal e um sintoma bastante desagradável que pode assustar muito a pessoa atingida. Pode ocorrer nas doenças do labirinto, nas intoxicações, nas obstruções intestinais e como resposta do organismo a dores muito intensas. O soluço e o vômito: os soluços podem ser desencadeados por distensão gástrica pela ingesta de bebidas com gás, deglutição de ar ou alimentação em grande volume, ingesta de álcool... A ingestão de bebida alcóolica leva ao vômito, nesse caso o peristaltismo gástrico é inverso, contraem-se intestino, estômago, esôfago na tentativa de expulsar  conteúdo alimentar, esse fato pode irritar ou comprimir o diafragma que responde com soluços na tentativa de continuar expulsando o conteúdo gástrico ou pela própria irritação do nervo frênico (ramo motor do plexo cervical que inerva o diafragma),  o que explicaria a cronicidade do caso. Mas o que vai dizer por quanto tempo o indivíduo continuará soluçando e essa "ativação" do nervo frênico é mantida de que forma?  TRATAMENTO: Algumas manobras podem ser úteis na resolução de quadros agudos e benignos de soluço. Entre elas estão a tração da língua, elevação da úvula com uma colher, ingesta de uma colher de açúcar, trancar a respiração, assoar o nariz, dobrar as pernas sobre o abdômen, inspiração rápida e alívio da distensão abdominal por eructação (arroto) ou sonda nasogástrica. Quando após essas manobras o soluço não cessa, deve-se investigar a causa e a ordem da investigação será orientada pela presença ou não de sintomas concomitantes ao soluço que possam indicar uma causa. Se não é descoberta ou se o tratamento não é possível, certas medicações, geralmente de natureza sedativa podem ser usadas.

publicado por mariliaburegio às 01:56
sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO