a flor do sol é simbólica e representa sucesso e felicidade. além da beleza e imponência, do girassol tudo é aproveitado: flor, semente e ramos. é exótica e nunca olha pra trás, exibindo uma intrigante rotação, sempre voltada para o sol.
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
18
19
20
21
22
24
25
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
26
Nov
09

O tabaco começou a ser consumido pelos índios em rituais mágicos e chegou ao brasil com as nossas primeiras tribos. Somente em 1960, doenças foram associadas ao fumo e a dependênia do cigarro (nicotina) passou a ser considerada doença. 90% dos fumantes começam a fumar entre os 13 e os 19 anos e os motivos são muitos:

publicidade, aceitação social, fácil acesso, suscetibilidade individual e genética e sensação de poder...Quem lidera o ranking de fumo é a coréia do sul, seguida pela china, japão, rússia e brasil. corrente primária é aquela que entra no fumante com a tragada, assim se leva pra dentro do organismo 4720 substâncias tóxicas, entre elas: monoxido de carbono, amonia, cetonas, acetaldeido, formaldeido, nitrosaminas, alcatrão e nicotina. a corrente secundária é aquele que acontece entre os tragadas, vinda da ponta do cigarro aceso e é a causadora da PTA (população tabágica ambiental) e dos fumantes secundários (a corrente secundária possui o triplo de nicotina, o triplo de CO e 50 vezes mais substancias cancerigenas).

o cigarro contém vários elementos radioativos que um fumante médio pode ser comparado a uma pessoa que fez 350 raio-x por ano, se é que existe alguém assim!

A nicotina atua em receptores colinérgicos e nicotínicos, é considerada uma droga psicoativa trazendo pra quem fuma euforia, sensação de bem-estar, melhora da atenção e da concentração, estado de alerta permanente e redução do apetite. Esta no grupo químico dos alcalóides, o mesmo da cafeína, papaverina, cocaína, heroína, morfina e codeína.

Os charutos e cachimbos apresentam a mesma toxicidade do cigarro e a concentração de monoxido de carbono e alcatrão é ainda maior. os riscos para CA de boca são maiores, embora os riscos para CA de pulmão sejam menos do que os fumantes de cigarro.

Dentre as doenças associadas ao fumos estão: aneurisma, pneumonia, TB, leucemia mielóide, HAS, aterosclerose, CA, DPOC, catarata, menopausa precose, disfunção erétil, úlcera péptica, osteoporose, TVP, infertilidade, aborto, parto prematuro, DAC (angina e infarto) e doenças cerebrovasculares. Dentre os canceres estão: pulmão, boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rins, bexiga, colo uterino, próstata e mama.

A economia pode até ganhar com arrecadação de impostos, mas perde muito mais com os gastos com a doença, perda da produtividade, aposentadoria precoce, faltas ao trabalho e danos ambientais. Hoje o tratamento se divide em COGNITIVO/COMPORTAMENTAL e MEDICAMENTOSO, ambos devem ser iniciados na atenção primária e secundária, existe um programa do ministério da saúde para a capacitação dos profissionais.

(Texto Baseado na aula de Marcos Botelho - Pneumologista, UFPE)

publicado por mariliaburegio às 00:53
De Aristóteles Cardona Jr a 9 de Dezembro de 2009 às 16:42
A mídia tem falado muito dos supostos efeitos sociais do crack, marília, mas realmente não é dificil perceber que dois dos grandes males sofridos pela população, em especial das periferias das grandes cidades, são o alcool e o cigarro "comum".

Estes sim tem devastado milhões de vidas Brasil afora.

Quanto ao crack, acho muitas vezes que é mais consequência que causa de qualquer problema. Mas tô longe de achar que não deve ser encarado com seriedade.

Pobre do poder público que acredita resolver esta situação com o poder policial...
De Aristóteles Cardona Jr a 9 de Dezembro de 2009 às 16:52
vê essa charge do André Dahmer: http://malvados.wordpress.com/2009/11/05/prisoes/

Acho que tem relaçao com o assunto. Muito boa.

sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO